¿O que fazer em Arequipa?

Arequipa é conhecida como “A Cidade Branca” e é a segunda maior cidade do Peru, localizada na região sul do país. Fundada em 1540, a cidade desempenhou um papel crucial na história e cultura peruana.

Arequipa tem uma rica história que remonta à época pré-incaica. Durante a colonização espanhola, a cidade foi um importante centro administrativo e comercial. Sua arquitetura é da época colonial, representada por igrejas e casarões.

A seguir, mencionamos as atividades mais importantes às quais você pode se inscrever.

1. Free tour em Arequipa – ¡Gratuito!

O passeio gratuito em Arequipa, assim como em muitas outras cidades, é uma opção popular para explorar a cidade com a ajuda de um guia local sem ter que pagar uma taxa fixa pelo passeio.

  • Guiado por locais: Os passeios geralmente são conduzidos por guias locais que conhecem bem a cidade e podem fornecer informações interessantes sobre a história, cultura e locais de interesse histórico.
  • Preço: No final do passeio, é recomendado deixar uma doação de acordo com a qualidade do passeio, que varia entre 25 a 35 soles peruanos por pessoa.
  • Reservas: Inscreva-se no free tour de Arequipa.

2. Mosteiro de Santa Catarina

O Monastério de Santa Catalina está localizado na Rua Sta. Catalina Angosta 401, no centro histórico de Arequipa. Este lugar oferece uma experiência única. Abaixo, detalhamos alguns atrativos dentro do monastério:

  • Calle de las Monjas: Esta é uma das ruas mais famosas do convento, percorrê-la permite explorar celas de freiras, pátios e edificações com cores vibrantes.
  • Museu Santa Catalina: Dentro do convento, você encontrará um museu que abriga uma coleção de arte religiosa e objetos históricos que datam da época colonial.
  • Igreja de Santa Catalina: O convento inclui uma igreja que apresenta uma arquitetura impressionante e abriga diversas obras de arte religiosa.
  • Horários: De segunda a domingo, das 9h00 às 16h00.
  • Preço: S/40.00 para adultos e S/12.00 para estudantes.

3. Praça de Armas

A Plaza de Armas de Arequipa é o coração histórico e cultural da cidade, também conhecida como a Plaza Mayor, é um local icônico que atrai turistas e moradores locais. Nos arredores, você verá:

  • A catedral de Arequipa: A Plaza de Armas é dominada pela majestosa Catedral Basílica de Arequipa. Esta catedral foi construída com sillar (pedra vulcânica branca) e é um exemplo impressionante da arquitetura religiosa colonial.
  • O palácio municipal de Arequipa: Em um lado da praça, você encontrará o Palácio Municipal, que abriga a sede do governo local. É um edifício histórico com uma arquitetura interessante da época espanhola.

4. Mirante Yanahuara

Mirante de Yanahuara está localizado a 20 minutos da Plaza de Armas de Arequipa, na rua La Recoleta s/n, Yanahuara. É um ponto panorâmico situado no distrito de Yanahuara, na cidade de Arequipa. Este mirante proporciona uma vista espetacular da cidade e de seu icônico vulcão Misti.

  • Vista panorâmica: Do mirante, você pode apreciar uma vista panorâmica de Arequipa e seus arredores. A cidade está cercada por imponentes montanhas e vulcões.
  • Arcos de Yanahuara: Esses arcos, feitos de sillar, oferecem um enquadramento único para fotografias da cidade e do vulcão Misti.
  • Igreja de San Juan Bautista: No mirante, também encontrará a igreja de San Juan Bautista, parte do conjunto arquitetônico de Yanahuara. A igreja data do século XIX e adiciona um toque histórico ao local.
  • Artesanato e Lembranças: É possível encontrar barracas de artesanato e lembranças ao redor do mirante, onde você pode adquirir recordações.

5. Igreja de São Francisco

A igreja de São Francisco está localizada na Rua Zela nº 103 – Cercado, a 7 minutos a pé da Praça de Armas em ritmo moderado. A construção da igreja remonta ao século XVI e sofreu diversas modificações ao longo dos anos.

  • Arquitetura: A igreja apresenta características arquitetônicas típicas da época colonial espanhola no Peru, sendo construída com pedra Sillar (pedra vulcânica branca).
  • Claustro e convento: Ao lado da igreja, você encontrará o convento de San Francisco, que inclui um claustro da época colonial.
  • Museu de arte religiosa: Este museu está localizado dentro da igreja de San Francisco e exibe uma coleção de arte sacra, incluindo pinturas, esculturas e objetos litúrgicos da época colonial.
  • Horários: De segunda a sábado, das 9h00 às 17h00.
  • Preço: S/ 20.00 por pessoa.

6. Canoagem no Rio Chili

A navegação em Arequipa é uma atividade emocionante e popular, especialmente no rio Chili que atravessa a cidade.

  • Níveis de dificuldade: O rio Chili apresenta seções com diferentes níveis de dificuldade, tornando-o adequado tanto para iniciantes quanto para pessoas mais experientes. Durante a temporada de chuvas (dezembro a março), os rápidos são mais intensos (III e IV), enquanto no restante do ano, os rápidos variam entre II e III.
  • Temporada de rafting: A temporada de rafting no rio Chili geralmente é melhor durante a estação seca, especialmente entre os meses de maio a outubro. Nesse período, o fluxo do rio é mais adequado para a prática do rafting.
  • Operadores locais: Oferecemos excursões de rafting no rio Chili, fornecendo o equipamento necessário, incluindo botes infláveis, remos, coletes salva-vidas e guias especializados.

7. Museu dos Santuários Andinos

Esta atração está localizada na Calle de la Merced 110, é conhecida por abrigar uma coleção de artefatos e achados arqueológicos relacionados aos rituais de sacrifício realizados pela cultura Inca.

  • Juanita – A Dama de Ampato: A principal atração do museu é “A múmia Juanita”, descoberta em 1995 no vulcão Ampato. Juanita foi uma jovem que foi sacrificada ceremonialmente durante a época inca e foi excepcionalmente preservada devido às condições climáticas do local de sua descoberta.
  • Objetos religiosos e cerimoniais: O museu exibe uma variedade de objetos relacionados às práticas religiosas e cerimoniais da cultura inca, incluindo oferendas, têxteis, cerâmica e outros artefatos usados nos rituais.
  • Horários: Segunda a sábado, das 9h00 às 18h00.
  • Preço: S/ 20.00 para adultos e S/ 1.00 para estudantes.

8. Gastronomia local

A gastronomia de Arequipa é conhecida pela diversidade e pela incorporação de ingredientes locais.

  • Rocoto Relleno: O rocoto é um tipo de pimenta peruana; no entanto, o Rocoto Relleno é um prato típico de Arequipa que consiste em rocotos recheados com carne, batatas e outros ingredientes assados e cobertos com queijo.
  • Chupe de camarones: É um guisado à base de camarões, batatas, ovo e queijo. É uma sopa espessa e saborosa que faz parte da rica tradição culinária de Arequipa.
  • Ocopa arequipeña: Este prato consiste em batatas cozidas cobertas com um molho de pimenta, queijo, amendoim, bolachas e ervas. Muitas vezes é servido como entrada.
  • Cuy Chactado: O cuy (porquinho-da-índia) é uma carne consumida em várias regiões do Peru. Em Arequipa, o Cuy Chactado é um prato típico frito acompanhado de batatas e salada.
  • Mais pratos típicos de Arequipa

9. Casa da Moral

Este atrativo é uma mansão colonial localizada na rua Moral 318, Cercado, no centro histórico da cidade de Arequipa. É um local histórico e cultural que atrai turistas por sua arquitetura da época espanhola.

  • Arquitetura: É um exemplo representativo da arquitetura colonial arequipenha, construída no século XVIII com a pedra mais característica desta cidade — a pedra sillar.
  • Mobília e decoração da época espanhola: No interior da casa, você encontrará móveis e decorações que refletem a vida da alta sociedade arequipenha nos séculos XVIII e XIX. Isso inclui objetos antigos, pinturas e detalhes arquitetônicos.
  • Horários: Segunda a sábado, das 9h00 às 17h00.
  • Preço: S/ 5.00 por pessoa.

10. Ponte Bolognesi

A Ponte Bolognesi é um local histórico localizado a 3 quarteirões da praça principal, aproximadamente 7 minutos caminhando em ritmo moderado, esta ponte atravessa o rio Chili e é conhecida por sua importância arquitetônica.

  • Arquitectura: El puente es de estilo arco, construido con la piedra Sillar. Su diseño y construcción son representativos de la época colonial.
  • Vistas panorámicas: Desde el Puente Bolognesi podrás obtener hermosas vistas panorámicas de la ciudad y algunos de los volcanes que rodean Arequipa como el Misti y el Chachani.

11. Museu da Recoleta

O Mosteiro e Museu de La Recoleta estão localizados na Calle La Recoleta 117, a uma caminhada de 15 minutos da Plaza de Armas de Arequipa. Este local oferecerá a oportunidade de explorar uma variedade de atrações, sendo recomendada a visita para aqueles que desejam conhecer coleções com conotação histórica.

  • Biblioteca: O mosteiro abriga uma extensa biblioteca com mais de 20.000 livros e mapas antigos desde o ano de 1494.
  • Museu de artefatos amazônicos: O museu exibe uma vasta coleção de artefatos da Amazônia, bem como uma extensa coleção de arte religiosa e artefatos pré-colombianos da escola cusquenha.
  • Arquitetura: Além das atrações internas, o mosteiro oferece uma beleza visual devido ao seu campanário feito com tijolos vermelhos e brancos.
  • Horários: Segunda a sábado, das 9h00 às 17h00.
  • Preço: S/ 20.00 por pessoa.

12. Bairro São Lázaro

O bairro San Lázaro é conhecido por ser um setor histórico e pitoresco da cidade. Está localizado a cerca de 15 minutos da praça principal de Arequipa.

  • Igreja de San Lázaro: O bairro leva o nome da igreja de San Lázaro, um dos templos mais antigos da cidade. A igreja data do século XVI e apresenta uma arquitetura colonial.
  • Festival de San Lázaro: Durante a festividade de San Lázaro, celebrada em 29 de junho, o bairro ganha vida com procissões, atividades religiosas e eventos culturais. Residentes e visitantes participam dessa celebração em homenagem ao santo.
  • Vistas panorâmicas: Devido à localização elevada do bairro, você pode desfrutar de vistas panorâmicas de Arequipa e arredores.

13. Excursão ao Cânion do Colca

El canyon del Colca é um dos destinos turísticos mais impressionantes do Peru, localizado na província de Caylloma, no extremo nordeste da região de Arequipa. É conhecido por ser um dos cânions mais profundos do mundo. Abaixo, fornecemos mais informações sobre o passeio pelo canyon del Colca.

  • Cruz del Cóndor: Este é um dos lugares mais famosos do cânion, de onde você terá a oportunidade de observar condores andinos voando.
  • Mirantes: Existem vários mirantes ao longo do cânion, como o Mirador de la Patapampa e Antahuilque, ambos oferecem vistas panorâmicas espetaculares.
  • Águas Termais: Alguns passeios incluem uma visita às relaxantes águas termais de La Calera, onde você pode se banhar e desfrutar das águas termais naturais.
  • Trekking: Se você gosta de trekking, há trilhas que permitem explorar o cânion a pé e experimentar a beleza natural de perto.
  • Horários: De segunda a domingo.
  • Preço: S/ 70.00 para estrangeiros, S/ 40.00 para sul-americanos e S/ 20.00 para peruanos.

14. Banhos Termais Yura

Os banhos termais de Yura são conhecidos por serem uma opção popular para aqueles que buscam relaxar em águas termais naturais em Arequipa. Eles estão localizados no distrito de Yura, Pozo Zamacola, e a viagem dura aproximadamente 1 hora de carro.

  • Propriedades medicinais: Essas águas termais são conhecidas por seus efeitos relaxantes nos músculos e também são benéficas para a pele.
  • Ambiente natural: As águas termais estão cercadas por montanhas, vales e rios dos Andes.
  • Horário: De segunda a domingo, das 7h00 às 15h00.
  • Preço: S/ 5.00 por pessoa.

15. Miradouro de Sachaca

O Mirador de Sachaca está localizado a 15 minutos da Plaza de Armas de Arequipa, no distrito de mesmo nome. É um local que oferece vistas panorâmicas impressionantes da cidade de Arequipa e seus arredores.

  • Vistas panorâmicas: Do Mirante de Sachaca, você pode desfrutar de vistas para a catedral, os vulcões Misti e Chachan.
  • Acessibilidade: Você pode chegar a este local de carro próprio, táxi ou através de passeios turísticos locais. Também é possível fazer caminhadas se estiver na região.
  • Horários: De segunda a sexta-feira, das 10h00 às 17h00.
  • Preço: S/ 2.00 por pessoa.

16. Igreja da Companhia de Jesus

A Igreja da Companhia de Jesus é um destacado exemplo de arquitetura colonial, localizada no centro histórico de Arequipa, perto da Plaza de Armas. Seu endereço exato é Calle La Merced 110, Arequipa. Sua construção começou no início do século XVII e foi concluída em 1698.

  • Arquitetura: A fachada da igreja é impressionante e possui detalhes esculpidos em pedra Sillar.
  • Claustro: Junto à igreja existe geralmente um claustro que pertenceu à ordem dos Jesuítas; estes claustros tinham geralmente pátios interiores e zonas de descanso.
  • Horário: De segunda a domingo das 9h00 às 11h00 e das 15h00 às 18h00.
  • Preço: S/ 20.00 por pessoa.

17. Queijo congelado

Esta deliciosa sobremesa não contém queijo propriamente dito, mas tem esse nome devido à sua aparência e textura, que lembram a do queijo.

  • Ingredientes: A receita do queijo gelado varia, mas geralmente inclui leite, açúcar, canela, baunilha e às vezes coco ralado. Embora não contenha queijo, a combinação de ingredientes confere uma textura cremosa e um sabor único.
  • Venda em Carrinhos: É comum encontrar vendedores ambulantes que oferecem o Queijo Gelado em um carrinho em forma de barril.

18. Mercado de São Camilo

Está localizado no centro histórico de Arequipa, na rua Piérola 407, e é conhecido por ser um dos mercados mais antigos e representativos da cidade. Está localizado a 8 minutos da Plaza de Armas e você pode chegar a pé.

  • Seção de alimentação: Nestas seções, você pode encontrar pratos tradicionais a preços acessíveis.
  • Artesanato: Além de alimentos frescos, o mercado também abriga barracas que vendem produtos artesanais, têxteis e lembranças.
  • Arquitetura: A estrutura do mercado apresenta uma arquitetura de estilo neorrenascentista projetada por Alexander Gustave Eiffel no início do século XX.
  • Horários: Segunda a sábado, das 6h00 às 17h00.
  • Preço: Gratuito.

19. Excursão ao Vulcão Misti

El Misti é um vulcão icônico localizado a 17 km do centro histórico de Arequipa, fazer uma excursão é uma aventura desafiadora e emocionante para quem procura uma experiência de montanhismo. Se você for de carro poderá chegar em aproximadamente 2 horas.

  • Caracteristicas:
    • Altitude: 5.825 metros acima do nível do mar.
    • Dificuldade: Moderada a alta.
  • Aclimatação: Antes de tentar subir o Misti, é aconselhável passar algum tempo em altitudes mais baixas para se aclimatar gradualmente. Arequipa tem uma altitude de 2.335 metros acima do nível do mar. e é por isso que é um bom lugar para se aclimatar.
  • Dicas para a excursão:
    • Guia experiente: É altamente recomendável fazer a excursão com um guia experiente que tenha bom conhecimento sobre a área.
    • Equipamento: Certifique-se de levar o equipamento adequado, incluindo roupas quentes, botas de montanha, capacete e outros itens essenciais de montanhismo.
    • Condições meteorológicas: As condições climáticas podem mudar rapidamente na montanha. Verifique a previsão do tempo e siga as recomendações do guia.
    • Lixo: Pratique o turismo sustentável e respeite o ambiente natural, não deixe lixo.

20. A Rota Sillar

A rota Silllar é uma experiência turística que o levará pelas pedreiras de Sillar, localizada no bairro Cerro Colorado, a 16 km da praça principal de Arequipa.

  • Passeio pelas pedreiras: Durante o passeio você visitará as pedreiras de Sillar para conhecer o processo de extração desta pedra vulcânica, conhecerá a importância de Sillar na arquitetura de Arequipa.
  • Arte em Sillar: Alguns passeios podem incluir visitas a oficinas ou espaços onde artistas locais criam esculturas e outras obras de arte em Sillar.
  • Dicas práticas:
  • Preço:
    • Pedreira Añashuayco: S/5.00 por pessoa.
    • Pedreira Culebrillas: S/5.00 por pessoa.
Free Walking Tours Peru

Reserve agora nossos free tours conduzidos por guias profissionais, autorizados e especializados em Free tour Cusco, Free tour Lima e Free tour Arequipa, a reserva é gratuita.

Gastronomia de Arequipa: ¿O que comer?

Entre as costas e os Andes do Peru está localizada Arequipa, uma das regiões mais bem-sucedidas e prósperas do sul do Peru. Um lugar mágico com vales, montanhas, onde muitas civilizações ancestrais coexistiram, ao mesmo tempo que possui uma forte herança hispânica e, provavelmente, conta com a melhor culinária do sul do Peru.

Algumas pesquisas indicam que Arequipa possui aproximadamente 194 variedades de pratos típicos e 11 bebidas que se destacam, principalmente devido ao uso de produtos da própria região. Sua culinária tem origens indígena, espanhola e asiática.

1. Costumes gastronômicos

Uma das tradições relacionadas à gastronomia de Arequipa está ligada aos dias da semana. A grande maioria dos restaurantes e “picanterías” (restaurantes tradicionais da época espanhola) costuma preparar um prato específico para cada dia da semana.

  • Segunda-feira: Chaqué
  • Terça-feira: Chairo
  • Quarta-feira: Chochoca
  • Quinta-feira: Chupe colorado ou chuño
  • Sexta-feira: Chupe de sexta-feira
  • Sábado: Puchero ou Timbusca
  • Domingo: Caldo branco e/ou Adobo arequipeño

2. Os pratos mais famosos:

Arequipa possui uma culinária excelente, entre os pratos mais comuns estão sopas, chupes (sopa tradicional) à base de frutos do mar, e diversos pratos à base de carne, peixe, frango, lhama e o famoso cuy (roedor andino).

É uma região com uma culinária incomparável e única, destacando-se pela grande qualidade, variedade de sabores, preparação incrível que inclui condimentos, molhos picantes, uma variedade de produtos andinos e, é claro, sua deliciosa pimenta nos temperos.

Você descobrirá a razão pela qual Arequipa tem uma especialidade culinária excelente. Abaixo, mencionamos os pratos mais populares de Arequipa:

2.1 Ocopa

A Ocopa arequipeña é o prato mais reconhecido no Peru e no exterior. É preparado com uma ramificação de Huacatay (planta aromatizante), pimenta mirasol, pimenta amarela, amendoim, biscoitos de baunilha ou pão, leite evaporado, queijo fresco, alho e condimentos. É servido acompanhado de batatas cozidas, um ovo cozido e uma azeitona.

2.3 Rocoto Relleno (Pimentão recheado)

O rocoto relleno é um prato originário de Arequipa e é um dos pratos mais populares no Peru. Consiste em rechear o rocoto com os seguintes ingredientes: amendoim moído de carne bovina e suína, ovo, alho, tomate, passas, azeitonas, açúcar, salsa, queijo dos Andes, óleo, sal, pimenta e outros.

2.4 Cauchi

O Cauchi é originário da gastronomia de Arequipa; geralmente é acompanhado por batatas cozidas e descascadas em rodelas.

2.5 Solterito Arequipeño

É um prato colorido e delicioso, preparado com base em favas (uma leguminosa), milho, cebola picada, rocoto picado, queijo fresco, azeitonas picadas, tomate em cubos e outros ingredientes. Todos os ingredientes são misturados com vinagre, uma colher de sopa de salsa picada, sal e pimenta a gosto. Se desejar, pode ser acompanhado com alface.

2.6 Chupe de Camarones (Sopa de camarões)

É uma sopa crioula originária de Arequipa, é um prato muito nutritivo, robusto, substancioso e delicioso, preparado com camarões de rio da costa sul do Peru e servido acompanhado de um molho de rocoto ou com pedaços de pão frito.

2.7 Cuy Chaqtado

É um prato tradicional do sul do Peru, preparado nas regiões de Arequipa, Ayacucho, Huancavelica, Cusco e Puno.

2.8 Chairo

É uma sopa preparada em Arequipa, Puno e Cusco; cada região tem suas próprias características culinárias e alguns ingredientes variam de acordo com o local.

2.9 Adobo Arequipeño

Se prepara habitualmente em panela de barro para sentir seu sabor robusto e é servido acompanhado de batata-doce ou batata.

3. Curiosidades sobre a gastronomia arequipeña

  • Muitos pratos arequipeños foram criados para satisfazer os gostos de espanhóis, comerciantes, militares e sacerdotes em épocas passadas.
  • A diversidade gastronômica peruana e arequipeña tem sido um impulso para difundir tradições, costumes e a cultura ancestral para os lugares mais remotos ao redor do mundo.
  • A comida arequipeña possui uma excelente especialidade culinária, caracterizada por seu sabor picante e pela presença generosa de temperos.
  • En vilarejos de Arequipa, os ingredientes são moídos utilizando um batán (uma pedra plana), onde são colocados para serem triturados por outra pedra redonda.

4. Os melhores restaurantes turísticos de Arequipa

Em Arequipa, existem vários restaurantes que oferecem uma deliciosa experiência gastronômica. Esses restaurantes combinam uma rica tradição culinária local com ingredientes locais e técnicas inovadoras. Abaixo, mostraremos alguns dos restaurantes turísticos mais destacados da “Cidade Branca de Arequipa

  • La Trattoría del Monasterio: Está localizado no Hotel Monasterio de Arequipa e oferece uma experiência gastronômica elegante com pratos arequipeños, peruanos e internacionais.
  • Zig Zag Restaurante: Oferece uma fusão de sabores tradicionais, seu menu do dia destaca ingredientes locais e apresenta pratos criativos em um ambiente acolhedor.
  • Chicha por Gastón Acurio: Faz parte da cadeia de restaurantes do renomado chef peruano Gastón Acurio. O Chicha oferece uma reinterpretação moderna de pratos clássicos peruanos.
  • La Nueva Palomino: É famoso por sua churrasqueira e especialidades em carnes, também é conhecido por oferecer autêntica comida arequipeña em um ambiente acolhedor e tradicional..
  • Sol de Mayo: Está localizado na Plaza de Armas, é conhecido por seus pratos típicos arequipeños, como o Rocoto Relleno e o Adobo. Você desfrutará da comida arequipeña com uma bela vista panorâmica.
  • El Tío Dario: Um restaurante que combina a tradição culinária de Arequipa com um ambiente amigável. Oferece uma ampla variedade de pratos arequipeños.
Free Walking Tours Peru

Reserve agora nossos free tours conduzidos por guias profissionais, autorizados e especializados em Free tour Cusco, Free tour Lima e Free tour Arequipa, a reserva é gratuita.

8 bairros e distritos turísticos de Lima

Lima é uma das cidades com maior variedade de atrações turísticas. Aqui você encontrará um guia simples que o ajudará a descobrir as atrações mais representativas de cada distrito:

1. Distrito de Miraflores

Miraflores é considerado um dos distritos mais turísticos e modernos de Lima, aqui apresentaremos as principais atrações.

  • Malecón de Miraflores: Desfrute de um longo passeio visitando seus penhascos, de onde terá uma bela vista panorâmica para o Oceano Pacífico.
  • Larcomar: Visite este shopping construído aos pés dos penhascos, onde encontrará lojas de roupas, restaurantes e entretenimento com vista para o mar.
  • Parque Kennedy: Este é o principal parque de Miraflores. Aqui você encontrará muitos eventos e atividades culturais no anfiteatro localizado no centro deste parque. Além disso, você poderá ver alguns gatos de rua.
  • Huaca Pucllana: É um sítio arqueológico pré-incaico localizado em Miraflores. Recomendamos contratar um guia para Huaca Pucllana para aproveitar a experiência.
  • Atividades adicionais que você pode realizar: ciclismo, patinação, parapente (no malecón), gastronomia e eventos noturnos.

2. Distrito de Barranco

Barranco é um dos principais distritos de Lima, conhecido por seu encanto boêmio e arte popular que você encontrará em suas ruas. Seus principais atrativos turísticos são:

  • El Puente de los Suspiros: Este ponte está associado a lendas e inspira uma atmosfera romântica. Recomendamos aproveitar os entardeceres daqui.
  • La Bajada de los Baños: Esta rua te leva em direção ao mar e, ao mesmo tempo, está cheia de bares, restaurantes e lojas de artesanato.
  • O Museu de Arte Contemporânea (MAC): Esta casa que abriga o museu remonta à época republicana e proporciona uma atmosfera única assim que você entra. O MAC apresenta exposições de arte contemporânea peruana e internacional.
  • O Mirador de Barranco: Este mirante oferece vistas panorâmicas para o Oceano Pacífico e é o local ideal para observar o pôr do sol.
  • La Plaza Chabuca Granda: Esta praça foi criada em homenagem à famosa cantora Chabuca Granda. Está rodeada por bares e restaurantes onde você pode desfrutar da gastronomia peruana.
  • Actividades adicionales: Aqui você poderá desfrutar da gastronomia peruana, arte, cultura, música, grafites, festivais e atividades noturnas.

3. Cercado de Lima

Este distrito possui muitas atrações turísticas, dos quais mencionaremos apenas os mais populares:

  • La Plaza Mayor de Lima: Localizada no centro histórico, aqui você encontrará a Catedral de Lima, o Palácio do Governo, o Palácio Arquiepiscopal e a Prefeitura de Lima. Neste local, são realizadas cerimônias oficiais e atividades culturais.
  • La Catedral de Lima: Localizada na Plaza Mayor, é considerada um dos atrativos mais icônicos da América Latina. Sua construção remonta ao século XVI.
  • El Palacio de Gobierno: Esta é a residência do Presidente da República do Peru. Além de sua arquitetura, a troca de guarda realizada em seu pátio é um de seus principais atrativos.
  • El Palacio Arzobispal de Lima: Localizado em frente à Catedral de Lima, sua construção é de estilo barroco e abriga o Museu de Arte Religiosa.
  • El Convento de San Francisco: Este convento é conhecido por sua arquitetura e catacumbas subterrâneas.
  • La iglesia de Santo Domingo: Foi construída no século XVI, sua arquitetura é de estilo gótico.

4. Distrito de San Isidro

Este distrito é conhecido por ser um dos mais exclusivos e residenciais do ponto de vista financeiro. Abaixo, mencionamos as atrações turísticas mais destacadas:

  • O Parque El Olivar: Este belo parque é famoso por seus olivais centenários importados da Espanha. Oferece um espaço verde tranquilo e é ideal para passeios, esportes ou simplesmente relaxar.
  • Club El Golf: San Isidro é conhecido por ser sede de exclusivos clubes de golfe e tênis, como o Lima Golf Club e o Country Club de Lima. Esses clubes também oferecem opções gastronômicas e sociais.
  • O Parque Roosevelt: Um parque urbano que oferece áreas verdes, playgrounds e trilhas para caminhadas e exercícios.
  • O Museu do Brinquedo: Este museu mostra a história dos brinquedos e costuma realizar atividades relacionadas aos jogos infantis.
  • Restaurantes e Gastronomia: San Isidro conta com uma grande variedade de restaurantes de alta qualidade, que oferecem desde comida peruana até opções internacionais

5. Callao

Callao é conhecido por seu importante porto marítimo e é famoso pelos murais em suas ruas. Além disso, possui lugares turísticos que vão te encantar. Aqui mencionamos alguns:

  • La Fortaleza Real Felipe: Esta impressionante fortaleza foi construída durante a época colonial para proteger o porto de Callao dos ataques de piratas e corsários. Atualmente, é um museu que mostra a história militar do Peru.
  • A Ilha San Lorenzo: Localizada em frente à costa de Callao, é um lugar interessante para visitar, especialmente para aqueles interessados na história pré-incaica, pois aqui estão alguns vestígios arqueológicos.
  • La Plaza Grau: É a praça principal de Callao, cercada por belos edifícios históricos. Aqui está a Igreja Matriz do Callao, parte do patrimônio arquitetônico.
  • La Punta: É conhecida por seus restaurantes de comida marinha, seu calçadão e sua atmosfera marítima. É um local agradável para caminhar e desfrutar da vista para o mar.

6. Santiago de Surco

Considerado um dos distritos mais amplos e residenciais de Lima, por isso, conta com diversos parques temáticos onde você pode se entreter:

  • O Parque de la Amistad: Este extenso parque oferece áreas verdes, playgrounds e espaços para atividades recreativas e esportivas.
  • A zona comercial: Santiago de Surco possui uma variedade de shoppings e distritos comerciais, como o Jockey Plaza, o maior shopping de Lima.
  • Parques e áreas verdes: Além do Parque de la Amistad, este distrito é conhecido por sua variedade de parques e áreas verdes em todo o distrito, que oferecem espaços para atividades ao ar livre.

7. Distrito de Chorillos

  • As praias de Chorrillos: Embora nem todas as praias de Chorrillos sejam recomendadas para nadar, existem algumas muito populares para desfrutar da brisa marinha e das vistas. A Playa Agua Dulce é uma das principais.
  • O Club Regatas de Lima: Este clube privado conta com instalações esportivas e áreas recreativas. Embora tenha acesso restrito, às vezes são realizados eventos e competições abertas ao público.
  • A Plaza de Armas de Chorrillos: No centro histórico de Chorrillos, você pode encontrar a igreja principal e alguns edifícios antigos.
  • Os Pantanos de Villa: Esta reserva natural possui uma área úmida onde você pode desfrutar da paisagem, flora e fauna oferecidas pelo local.

8. Distrito de San Miguel

  • O Parque de las Leyendas: Este zoológico e parque arqueológico combina a exibição de animais com a preservação de restos arqueológicos pré-incas.
  • Os Centros Comerciais: San Miguel conta com shopping centers como Plaza San Miguel, onde você pode encontrar lojas, restaurantes e cinemas.
Free Walking Tours Peru

Reserve agora nossos free tours conduzidos por guias profissionais, autorizados e especializados em Free tour Cusco, Free tour Lima e Free tour Arequipa, a reserva é gratuita.

Caminhadas curtas Grátis! em Cusco

1. Caminhe pelo centro histórico de Cusco 

Cusco foi designada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1983, devido ao seu passado incaico e ibérico. Por essa razão, caminhar por suas ruas e praças é uma ótima opção. Você pode visitar os seguintes lugares gratuitamente:

  • A Plaza de Armas: Aqui você encontrará as igrejas mais importantes de Cusco: La Compañía de Jesús e a imponente Catedral de Cusco. Na parte central desta praça, há também uma bela fonte de cor verde trazida da cidade de Nova York no início do século XX.
  • A Plaza Regocijo: Aqui está localizada a prefeitura de Cusco e uma fonte de água.
  • A Plaza San Francisco: Aqui você pode visitar o templo de San Francisco, seu claustro, catacumbas e, finalmente, seu famoso campanário.
  • O Mercado de San Pedro: Se você deseja comprar artesanato, aqui encontrará os melhores preços.
  • A rua Hatunrumiyoc: Visite a pedra de 12 ângulos e descubra a destreza arquitetônica que os incas dominavam.
  • O bairro de San Blas: Também conhecido como o “bairro boêmio ou bairro dos artesãos”. Aqui você pode visitar a igreja de San Blas e seu famoso púlpito de estilo barroco. Além disso, você pode caminhar até a parte alta do bairro pela rua Atoksaykuchi e chegar ao Mirador de San Blas, o local ideal se deseja ter uma bela vista panorâmica deste bairro.
  • ¿Como visitar o centro histórico? Junte-se aos melhores free tours por Cusco. Os free tours são exclusivamente para turistas estrangeiros; se você é peruano, inscreva-se no city tour de Cusco.

2. Caminhada para Sacsayhuamán

Esta caminhada oferecerá uma maravilhosa experiência até o sítio arqueológico mais famoso nos arredores de Cusco. A caminhada é morro acima. Comece sua jornada na Plaza de Armas de Cusco, vá até a rua Suecia, depois pela rua resbalosa, onde você pode fazer uma parada no mirante de San Cristóbal. Depois, siga pela trilha inca, diretamente até a porta de entrada. Lá, pague a entrada e continue subindo até chegar a Sacsayhuamán.

A caminhada completa até Sacsayhuamán leva de 45 minutos a 1 hora. Para entrar, será necessário comprar o famoso bilhete turístico. (leve moeda local em dinheiro).

3. Caminhada até Inkilltambo 

Este sítio arqueológico é ideal para fazer uma caminhada leve, recomendado para escapar do barulho das áreas urbanas, onde você se desconectará da cidade e terá como destino um lugar maravilhoso. Inkilltambo faz parte do parque arqueológico de Sacsayhuamán, então há duas opções para chegar aqui:

Para chegar a este lugar, pegue o ônibus urbano verde chamado “Inka Express” na rua Cruz Verde em frente ao shopping “El Paraiso”. A passagem custa 1 sol e você deve descer no ponto “tienda”. Em frente a este ponto, você encontrará a entrada. Depois, caminhe por cerca de 45 minutos. Durante o percurso, haverá dois caminhos; escolha o que sobe até o topo e continue caminhando até chegar ao sítio inca.

A caminhada é feita por uma trilha estreita, é plana e segura. Geralmente, a entrada é gratuita, mas às vezes cobram 3 soles.

4. Caminhada pela Rota Hidrelétrica – cidade de Machu Picchu           

Se deseja chegar a Machu Picchu de ônibus, terá que caminhar da hidrelétrica até a cidade de Aguas Calientes por cerca de 3 horas ao longo dos trilhos. Recomendamos não levar muita bagagem, apenas o essencial. A caminhada é totalmente segura.

Se estiver em Cusco, contrate uma agência de viagens para organizar seu transporte nos ônibus que o levarão até a hidrelétrica. A viagem de ônibus é um pouco cansativa devido à velocidade dos motoristas peruanos e à estrada um pouco acidentada (com trechos de terra asfaltada); a viagem de ônibus dura aproximadamente 7 horas.

5. Caminhada até a famosa cachoeira Poc Poc

Este é um novo atrativo turístico ao qual você pode chegar facilmente. Vá até a Avenida Grau (em frente à Rua Pavitos) e pegue os ônibus locais com destino à vila de Chinchero. A viagem dura cerca de 1 hora e a passagem custa 7 soles por pessoa. Uma vez em Chinchero, visite o sítio arqueológico de Chinchero ou participe do passeio pelo Vale Sagrado Clássico. Em seguida, siga pela antiga trilha inca até as cataratas de Poc Poc.

7. Recomendações

  • Certifique-se de trazer água suficiente.
  • Protetor solar.
  • Use calçado confortável para caminhar.
  • Considere o clima, leve um poncho de chuva.
  • Moeda local em soles.
Free Walking Tours Peru

Reserve agora nossos free tours conduzidos por guias profissionais, autorizados e especializados em Free tour Cusco, Free tour Lima e Free tour Arequipa, a reserva é gratuita.

Mirante Cielo Punku: uma porta para o céu de Cusco

1. Descrição

Cielo Punku (porta do céu na língua Quechua) é um mirante onde se encontra uma escultura grande com uma peculiar forma de mão, proporcionando uma bela experiência visual do vale de Huaro cercado por montanhas mágicas.

2. Localização

Está situado a 45 minutos da cidade de Cusco, no distrito de Huaro, província de Quispicanchi.

3. Mirante “A porta do céu”

Este ponto turístico foi uma iniciativa do Sr. Bernandino Cutiré Mamani, que era prefeito da municipalidade distrital de Huaro. O principal objetivo deste projeto é incentivar a atividade turística neste distrito por meio de uma escultura contemporânea que se integra perfeitamente à beleza paisagística do local.

4. Como chegar?

Você pode chegar ao mirante por conta própria ou contratando um passeio saindo da cidade de Cusco.

  • Se você for por conta própria, o ponto de partida é o ponto de ônibus de Urcos, a passagem custa 4 soles. Uma vez em Urcos, o ônibus o deixará no ponto de ônibus “Templo de Canincunca”, de onde você terá que caminhar por cerca de 20 minutos.
  • Se você tiver seu próprio carro, estacione na Praça Principal de Huaro e vá para a rua Jr. Bolívar, de onde caminhará por cerca de 30 minutos.
  • Também é possível contratar um operador turístico local em Cusco.

5. Atrativos adicionais para ver em Huaro:

5.1 Igreja de Canincunca

Construída no século XVII, está localizada na parte alta da lagoa de Urcos. Destaca-se pela beleza de seus afrescos e pelo altar coberto com pão de ouro.

5.2 Igreja de Juan Bautista

Construída no século XVI, faz parte do tour chamado “A rota do barroco andino” – a igreja é conhecida por seus afrescos, pinturas da Escola Cusquenha de Arte e um altar coberto com ouro e trabalhado em prata.

5.3 Experimente o pão de Huaro

Huaro também é conhecido como o “Distrito do Pão” devido à presença de várias padarias na cidade; aqui você pode saborear o famoso “Pão de Huaro” – a característica principal deste pão é a ausência de açúcar.

6. O que levar?

  • Moeda local (solas)
  • poncho de chuva
  • Bloqueador solar
  • Oculos de sol
  • Uma garrafa de água
  • Sapatos confortáveis ​​para caminhada

7. Preço

  • Adultos: 2 soles
  • Crianças: 1 sol
Free Walking Tours Peru

Reserve agora nossos free tours conduzidos por guias profissionais, autorizados e especializados em Free tour Cusco, Free tour Lima e Free tour Arequipa, a reserva é gratuita.

O que fazer no Centro Historico de Cusco? O melhor guia

1. O que é o centro histórico de Cusco?

Centro Historico Cusco | Segundo a memória coletiva, a cidade de Cusco foi re-fundada pelo primeiro “Sapa Inca” chamado Manco Capac e sua esposa Mama Ocllo no ano 1100 dC aprox. Também sabemos que, de acordo com pesquisas do século 20, Manco Capac provavelmente era um grande astrônomo que, após as constelações, chegou ao vale de Cusco, onde encontrou uma cidade muito avançada que os Huaris chamavam de “Aja Mama“, porém Manco Capac determina que a antiga cidade de Wari era o centro de uma constelação e é por isso que a renomeia como “Qosqo”, que significa “O centro do universo

A partir do ano 1430 DC, sob o governo do nono imperador Pachaqutec, a cidade de Qosqo entra em uma fase de reforma de suas ruas, praças, palácios, templos, aquedutos, etc. para dar a forma de um Puma, no entanto, esse número só pode ser visto em áreas elevadas.

A figura do Puma foi delineada por dois rios: Tullumayu (para a coluna de Puma) e Saphy (para a frente do Puma), quando esses rios se juntaram à cauda do Puma (a união ocorre 1 km ao sul da Plaza de Armas), a atual Plaza de Armas era a barriga do Puma e a cabeça era Saqsayhuman.

Para a frente do Puma Da Plaza de Armas de Cusco (Auqaypata no período Inca), iniciou 4 estradas principais chamadas “Qhapaq Ñan” que ligavam Qosqo às 4 províncias do Império Inca: Chinchaysuyo (norte), Antisuyo ( toda a zona leste ou a Amazônia), o Kuntisuyo (sudoeste) e o Qollasuyo (sul).

Em 1534, Francisco Pizarro chegou a Cusco e uma nova reforma começou em Cusco sob parâmetros greco-romanos, cristãos e árabes, e o nome andino desta cidade foi alterado de Qosqo para Cusco.

Existe um grande sincretismo entre as culturas andina e européia em arquitetura, culinária, idioma, vestuário, economia, religião, etc. O centro histórico de Cusco é o produto dessa fusão de aprox. 500 anos, não há rua, casa ou esquina que não tem história para contar, é um museu vivo que encanta milhões de visitantes, por isso, em 1983, foi declarado como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

O que você está esperando para visitar Cusco! Aqui, mostramos os destaques do centro histórico para você explorar sozinho ou em um passeio a pé.


2. O que fazer durante o dia na cidade velha?

2.1 Explore a Catedral

Visite a Catedral de Nossa Senhora de Assunção de Cusco, construída em 1560 e concluída em 1664, cujo arquiteto principal era Juan Miguel de Veramendi. É a segunda maior e mais antiga catedral do continente americano, depois da catedral da cidade. do México.

Dentro da catedral está o óleo mais famoso de Cusco, chamado Marco Zapata Sinchi-Roca, “A Última Ceia de Jesus”, é uma pintura que tem como principal característica a presença da porquinho da índia no centro da mesa em que Jesus encontra seus discípulos pela última vez, você também pode ver Judas Iscariotes, de pele mais escura, parecendo os nativos.

Também na catedral estão 16 santos e santos do período colonial, um deles é o santo padroeiro da cidade de Cusco, é chamado de “El Cristo Negro” ou “Taytacha” e tem um fenótipo muito indígena.

O preço da catedral é de 25 soles por pessoa, aberto de segunda a domingo, das 9h às 18h. Está localizado na praça principal de Cusco.


2.2 Visite a Plaza de Armas de Cusco

Visite a famosa Plaza de Armas de Cusco ou “Auqaypata” —na língua quíchua, significa “lugar mais importante”; a existência dessa praça remonta aos tempos pré-hispânicos; durante o período inca, as festividades mais importantes ocorreram nessa praça, por exemplo, o “Inti Raimy“—Festival do Sol (21 de junho, solstício de inverno); Essa festa começou no templo de Coricancha e teve a cerimônia principal na Plaza de Armas, em Cusco.

Centro Histórico de Cusco

A praça inca foi cercada por palácios, templos, santuários, etc., com a chegada dos espanhóis, a maioria dos edifícios foi destruída para ser substituída por edifícios atuais, como a Catedral, a Igreja da Companhia de Jesus, o Convento de Santa Catalina, etc.

Há também uma bela piscina na parte central da Plaza de Armas, doada a Cusco pela cidade de Nova York no início do século XX.


2.3 Visite o Coricancha

O templo mais famoso das culturas pré-incas era “Pachacamac“, na costa sul do antigo Peru; para os incas, o lugar mais sagrado era o “Coricancha“, localizado na cidade de Cusco, era um centro cerimonial e congregação de deuses em suas formas físicas forjadas em metal são preciosas (ouro e prata) e decoradas com pedras preciosas.

Centro Histórico de Cusco

O templo de Coricancha foi destruído durante o período colonial e a atual igreja e convento de Santo Domingo é erguida com as pedras.

Em 1950, ocorre um terremoto na cidade de Cusco, que destrói grande parte da igreja de Santo Domingo, revelando muitas paredes incas que foram cobertas com gesso para não serem vistas pelos paroquianos indígenas e, assim, apagam essa área religiosa da mente. dos nativos. Visite este lugar e surpreenda-se com a religião e arquitetura inca.

Este templo está localizado em frente ao hotel Palacio del Inka, aberto de segunda a sábado das 9h às 17h e aos domingos das 14h às 17h, o preço é de 15 soles por pessoa.


2.4 Não perca a Pedra dos 12 ângulos

Na parte ocidental da cidade de Cusco é um palácio do período pré-inca, que pertencia aos Waris, mas com a chegada dos incas a partir de 1100 DC, esse palácio permanece diferente de outros edifícios Huaris que eram destruído, em 1250 dC, tornou-se o palácio de um imperador inca chamado “Inca Roca”.

Centro Histórico de Cusco

Nesta construção pré-inca, há uma peça lítica com 12 ângulos ou lados, e chama a curiosidade de muitos visitantes pela precisão no encaixe.

No entanto, devemos ressaltar que não há escritos do período colonial que mencionem esta pedra sob uma conotação mística ou política, a popularidade da pedra se deve a eventos ocorridos no século XX e a outros fatores, por exemplo, o número 12 é Cabalístico, Che Guevara tirou uma foto com esta pedra no século passado, a marca de cerveja Cusqueña usou essa pedra como parte do logotipo em milhões de garrafas.

Se fosse famoso pelo número de ângulos, há outras pedras com mais ângulos; por exemplo, há uma pedra de 13 ângulos no lado oposto do mesmo palácio inca.

Mas não desanime, tire uma foto, a pedra é linda e a arquitetura pré-hispânica o deslumbrará; também não é apenas a pedra que atrai a atenção, mas também todo o palácio e a Rua Hatun Rumiyoq.

Esta bela pedra está localizada na Rua Hatun Rumiyoc, visitá-la é grátis, tirar uma foto com ela é um pouco difícil, porque há muitos visitantes tentando fazer o mesmo, recomendamos que você vá a partir das 20h.


2.5 Visite o mercado de San Pedro

O mercado mais famoso do centro histórico de Cusco é San Pedro, devido à sua idade e ao que oferece, no mercado você pode fazer muitas coisas, por exemplo, comprar frutas frescas e secas, tomar um café da manhã ou almoçar, você também pode comprar presentes para sua família (Há uma seção de artesanato para turistas), os preços são baratos, embora a barganha seja sempre recomendada, negligencie que, para a população local, barganhar preços é bom, não rude.

Centro Histórico de Cusco

O mercado de San Pedro é limpo, as mulheres que vendem sucos de frutas ou as que oferecem almoço a bom preço usam aventais e cobrem a cabeça com um material sanitário especial, elas também têm a permissão do Ministério da Saúde, então vá com toda confiança.

Está localizado na Plaza San Pedro, a entrada é gratuita, o horário de funcionamento é das 6h às 17h – todos os dias, não está aberto para o jantar.


2.6 Explora el barrio bohemio de San Blas

No período Inca, havia um bairro chamado Toq´o Cachi (hoje é chamado de San Blas), na praça principal desse bairro havia um templo Huaca ou Inca, esse recinto religioso foi substituído pela atual Igreja de San Blah.

Centro Histórico de Cusco

Nos tempos incas, o bairro de Toq´o Cachi era da classe nobre; essa conotação do bairro não mudou muito no período colonial, onde continuou sendo um bairro para a aristocracia de Cuzco.

Hoje é um bairro que mantém quase 70% das casas e ruas que datam do período colonial, o bairro é super boêmio, seguro e a comida é a melhor.

Está localizado a três quadras da Plaza de Armas de Cusco, a entrada é gratuita.


3. O que fazer a noite?

  1. Você pode participar do Qosqo Center for Native Art, o show de dança folclórica começa às 18h30 – você precisará comprar o bilhete turístico de Cusco ou pagar um preço individual apenas para esta atração.
  2. Faça uma curta caminhada até o mirante de San Cristóbal, de onde você terá uma bela vista panorâmica com um bom ângulo para a cidade de Cusco, o local é seguro, a caminhada da Plaza de Armas é de 20 minutos (caminhando devagar).
  3. Visite um “Pisquero” no museu de Pisco, por um preço muito confortável, você terá a chance de conhecer as variedades de Pisco que o Peru possui, tenha em mente que Pisco é a bebida alcoólica nacional do Peru. Além disso, eles também preparam vários tipos de Pisco Sours e outros tipos de coquetéis.
  4. Faça aulas gratuitas de Salsa e Bachata em qualquer um dos seguintes clubes: Equipe Inca, Mitologia e Mama Africa, a entrada é gratuita, as aulas começam às 21h30, na última 1 hora, e você pode ficar para dançar e conhecer pessoas. Todos os clubes mencionados estão na Plaza de Armas, no norte, ou apenas pedem o KFC.
  5. Se você não quer dançar e só quer beber um pouco, visite o Paddys Irish pub ou Cross Keys. Em ambos os bares, você pode encontrar uma grande variedade de bebidas locais, como cervejas artesanais e marcas conhecidas como Cusqueña, também preparam coquetéis populares de Cusco, como ” Macchu Picchu “. Ambos os bares estão localizados na Calle Triumph, na esquina da Plaza de Armas.

4. Como visitar o centro histórico?

4.1 Reserve o city tour clássico

Você pode visitar parte do centro histórico reservando um city tour clássico de Cusco, nesta excursão, você visitará Coricancha e a Catedral, além das 4 ruínas localizadas fora de Cusco.

4.2 Reserve o free tour do centro histórico

Reserve o passeio a pé mais popular em Cusco organizado pela primeira empresa de free tours em Cusco em espanhol ou inglês, você escolhe o idioma, junte-se aos nossos guias turísticos 100% autorizados, reserve aqui o seu passeo Gratuito!, confira nossos milhares de comentários aqui. Não esqueça de deixar sua gorjeta para o guia ao final do passeio, veja também milhares de fotos e seguidores em nosso  Instagram Facebook.

Centro Histórico de Cusco

Importante: A reserva para o free tour é 100% gratuita e a confirmação é imediata; deixe uma gorjeta no final do passeio.

Nota para peruanos: Los free tours por el momento son solamente para el turismo receptivo; sin embargo puedes realizar el city tour clásico del Cusco.

5. Onde comer no centro histórico?

Se você deseja se cuidar e não está interessado em dinheiro, recomendamos que você visite os seguintes restaurantes A-1:

Se você quer restaurantes baratos para turistas, recomendamos o seguinte:

  • Vá para a calle Plateros ou Saphy, lá você encontrará dezenas de restaurantes, é uma questão de descobrir os preços, vendo o menu dos restaurantes que estão na porta da frente, o menu é em inglês e espanhol.
  • Nossa recomendação: existe um restaurante muito popular para a população local, chamado La Chomba, localizado na calle Garcilaso, não é um restaurante turístico, mas a comida é super boa, saborosa, limpa e barata, por exemplo, o “menu” é pago 12 soles ou 4 USD – um menu inclui entrada, prato principal e sobremesa.
Free Walking Tours Peru

Reserve agora nossos free tours conduzidos por guias profissionais, autorizados e especializados em Free tour Cusco, Free tour Lima e Free tour Arequipa, a reserva é gratuita.

10 Coisas Grátis em Cusco | O que fazer Gratis?

10 Cosas Gratis en Cusco ¿Qué hacer Gratis?
O que você pode visitar de graça em Cusco?

Coisas Gratis em Cusco | Nem tudo é dinheiro em Cusco, nem todas as atrações bonitas têm um custo,preco, há lugares extremamente interessantes totalmente gratuitos para você conhecer, aproveitar Cusco ao máximo, alguns estão localizados na cidade de Cuzco, outros ao redor de Cuzco. Abaixo mencionamos os lugares ou atividades gratuitas que você deve visitar ou participar.

a. Na cidade de Cusco

1. Reserve o free tour

Reserve o passeio a pé mais popular em Cusco organizado pela primeira empresa de passeios a pé em Cusco, junte-se aos nossos guias turísticos 100% autorizados, reserve aqui o seu passeo!, confira nossos milhares de comentários aqui. Não esqueça de deixar sua gorjeta para o guia ao final do passeio, veja também milhares de fotos e seguidores em nosso  Instagram e Facebook.

Nota para peruanos: Los free tours por el momento son solamente para el turismo receptivo; sin embargo puedes realizar el city tour clásico del Cusco.

2. Visite o centro histórico e a Plaza de Armas de Cusco

10 Coisas Grátis em Cusco

Todo o centro histórico de Cusco inclui a parte pré-hispânica, colonial e republicana; conforme você vai caminhando, verá muros do período Inca (1100 a 1534), por exemplo, a Calle del Sol, um corredor que ainda mantém em ambos os lados as paredes líticas do período Inca, você também pode visitar o Palácio Inca Roca! Imperdível. Também recomendamos que você explore o Palácio Cusicancha.

Você também pode misturar essa experiência visitando lugares da época colonial (1534 a 1821), por exemplo, a Plaza de Armas, o local onde nasce a cidade colonial e você também pode dar uma olhada no bairro inesquecível de San Blas.

3. Visita à famosa Pedra dos 12 ângulos

O que se pode visitar grátis em Cusco? Visita à famosa pedra dos 12 ângulos
Visita à famosa pedra dos 12 ângulos

Na rua Hatun Rumiyoc (muito perto do bairro de San Blas), está localizada a famosa Pedra dos 12 Ângulos, com um acabamento muito fino, pertenceu a Inca Roca, um dos 14 incas e / ou governantes que possuíam o Tawantinsuyo (Império dos Incas), sua fama se deve ao acabamento, ao trabalho árduo necessário para colocar 12 pedras em torno de uma única peça lítica e à quantidade de ângulos que possui, no total 12 que se torna um número cabalístico.

Se você quiser tirar uma foto bonita com a pedra, não será fácil, porque há muitos turistas tentando tirar uma foto! Portanto, recomendamos que você visite esta pedra de manhã das 6h às 9h e à noite das 21h às 12h.

4. Visite o Mercado de San Pedro

O que se pode visitar grátis em Cusco? mercado san pedro
Visite o Mercado de San Pedro

Sei que você foi recomendado mil vezes e persistimos no mesmo, visitamos muitos mercados em cidades como Lima ou Arequipa e, definitivamente, o mercado de San Pedro del Cusco é o melhor por causa da sua antiguidade e conteúdo nele.

Por que visitar o mercado de San Pedro?

É grátis, e esta aberto quase o dia inteiro das 7h às 17h, é bom, bonito e barato! Você sempre pode pechinchar os preços de quase todos os produtos, exceto os alimentos.

5. Veja a Pintura Mural na Avenida el Sol

O que se pode visitar grátis em Cusco? Veja a pintura mural na Avenida el Sol
Veja a Pintura Mural na Avenida el Sol

Esta bela obra de Pintura Mural foi projetada e pintada por Juan Bravo Vizcarra em 1992, para representar mais ou menos 3.000 anos de história pré-inca, inca, colonial e republicana de Cusco. A pintura de parede tem um perímetro de 50 metros por 6 metros! Leve uma boa câmera com você!

6. Visite o Aqueduto Colonial de Sapantiana

Se é bom a andar e não tem problemas com a altitude, não perca esta obra arquitetónica da ocupação espanhola – século XVII. Esta muralha colonial tem vários arcos romanos, tem um total de quatro níveis e para sua execução foram usadas pedras que pertenceram ao templo inca de Sanpantiyana, até meados do século XX ainda funcionava.

Está localizado no rio Tullumayo entre os bairros de San Blas e San Cristóbal, levará cerca de 30 minutos a pé da Plaza de Armas de Cusco.

b. Ao redor da cidade de Cusco

7. Visite a Praça Tupaq Amaru

10 Coisas Grátis em Cusco

Muitas pessoas querem apenas visitar o centro histórico, mas nem toda a beleza de Cusco está no centro histórico, mas também no distrito de Wachaq, onde há uma praça ornamentada muito peculiar, e na sua parte central com uma estátua de uma Cavaleiro que representa um revolucionário indígena muito famoso na América do Sul, que se chamava Tupaq Amaru – História Colonial do Peru.

A Praça Tupa Amaru fica mais o menos 30 minutos a pé da Plaza de Armas !, não perca!

8. Visite o Mirador de San Cristóbal

O que se pode visitar grátis em Cusco?
Visite o Mirador de San Cristóbal

Coisa de 20 minutos a pé da praça principal há um belo mirante de onde você pode ver toda a cidade de Cusco. Recomendamos que você leve uma boa câmera, você pode visitar o local durante o dia e a noite (até 20h no máximo) .

9. Aproveite o Cristo Branco

O que se pode visitar grátis em Cusco? Aprecie o Cristo Branco
Aprecie o Cristo Branco

Esta estátua está localizada na parte nordeste da cidade de Cusco, acima do Bairro de San Blas, representa a proteção para os habitantes da cidade de Cusco, considerando que quase 80% da população de Cusco é católica.

Como chegar a Cristo Branco a pé?

Existem muitas maneiras de chegar no Cristo Blanco a pé, e recomendamos que você pegue a Rua Atojsayquchi e continue em frente (não vire à esquerda ou à direita). Quando chegar à pista principal, vire à esquerda e lá você o vero. Temos certeza de que você desfruta da bela vista panorâmica de Cusco!

Recomenda-se ir ao local durante o dia.

10. Visita ao Templo da Lua

O que se pode visitar grátis em Cusco?
Templo da Lua – Exterior

Se você estiver em Cusco, visite um dos lugares mais comuns desde o ponto de vista místico para o mundo andino, visite o templo da Luna, saindo da praça de armas de Cusco, você levara 1 hora.

O que se pode visitar grátis em Cusco?
Templo da Lua – Interior

Você tem que usar a mesma rota do Cristo Blanco, desde direção ao templo Inca Qenqo (para este templo se paga, por exemplo, pagas passadas por alto, considere as mesmas fotos que você já fez parte superior) ), desde o templo de Qenqo que significa caminhar em direção normativa, câmera por apenas 15 minutos, além de incluir o templo da Luna, não preocupa e desorienta, nem perde porque há muitas pessoas por lugar, asiáticas que parecem pegas preguntar!

c. Informação Extra

Se pode ir do Cristo blanco ao Templo de la Luna usando transporte publico?

Sim se pode.

  • Por Transporte Público, paga 1 Sol — so ida

Para o Cristo Blanco, você tem que ir para o ponto de ônibus Ônibus localizado na Calle Puente Rosario, na qual está bem perto do Jardim do Templo de Qoricancha.

Uma vez que você estiver no ponto de ônibus no centro de Rosário, pergunte sobre os ônibus Cristo Cristo branco, pagará 1 sol por pessoa e são 30 minutos de duração, e você deve descer no ponto de ônibus Cristo Blanco. Agora se você quiser ir ao Templo de la Luna, você deverá baixar no ponto de ônibus que se chama Qenqo.

O que se pode visitar grátis em Cusco?
Você pode ir ao Cristo Branco ou ao Templo da Lua usando o transporte público?

Para voltar venha caminhado pelo o bairro de San Blas por favor!

  • Via Taxi, paga 12 Soles — só ida

Se você preferir pegar um táxi no Cristo Blanco, a partir da Praça de Armas de Cusco ou lugares cercados, o cobrará coisa de 12 soles (apenas ida), e se quiser ir ao templo da Lua desde o centro histórico de Cusco pelo táxi, cobrara coisa de 20 soles (somente ida) Importante! Pegue o taxi somente de ida, e de volta venha caminhando, agora se você deseja pegar um taxi, mas pegue outro, não o mesmo, porque se for o mesmo para o cristo blanco e o templo de luna irão te cobrar uns 100 soles.

Táxi para Cristo Blanco e Templo da Lua
Free Walking Tours Peru

Reserve agora nossos free tours conduzidos por guias profissionais, autorizados e especializados em Free tour Cusco, Free tour Lima e Free tour Arequipa, a reserva é gratuita.

Os Quatro templos sagrados de Machu Picchu

Os Templos de Machu Picchu — O santuário histórico de Machupicchu está localizado no distrito de Pueblo de Machupicchu (Ou a cidade de Aguas Calientes), província de Urubamba, no departamento de Cusco. Esta cidadela inca abriga vários templos que se destacam acima do resto e foram usados ​​como locais de culto para suas principais divindades, como o Sol e a Lua.

Quais são as características dos templos incas?

  • Os locais de culto do homem andino do período inca foram caracterizados fisicamente por construções quase perfeitas através do uso de pedra e, em alguns casos, também foi usada argamassa de argila, coberta com palha (fibra natural).
  • Dependendo do tipo de templo, mas se fosse um templo dedicado a observações astronômicas, os padres encarregados tinham que ter um amplo conhecimento do Espaço Sideral para determinar as estações do ano e isso contribuiria para as boas práticas da agricultura.
  • Geralmente, os templos incas estavam localizados nas áreas mais visíveis ou altas, de modo que mostro domínio, poder, mas ao mesmo tempo proteção às construções nas partes inferiores.
  • Os incas tinham uma infinidade de templos dedicados ao Sol, à Lua, às estrelas, aos Raios, ao Arco-Íris, aos Puma, aos Condor, às Serpentes, às Pacha Mama, às Pacha Tata, etc.

Aqui está a lista dos templos mais importantes que complementam a cidadela inca:

1. Templo do Sol

O Templo do Sol é definitivamente o lugar mais marcante em Machu Picchu, é um edifício semicircular dedicado ao Deus do Sol, foi erguido sobre uma enorme rocha sólida no setor religioso, sob o Solid Rock há uma caverna natural que também foi esculpida e adequado para ser um túmulo real.

Qual é a área mais importante do Templo do Sol?

Na parte central do interior do templo de Sol, há uma pedra esculpida que serviu de santuário para o Sol. Você também pode ver duas janelas, uma voltada para o oeste e a outra voltada para o norte, de acordo com estudos realizados no século XX, as janelas foram construídas para observar com precisão os Solstícios e Equinócios com base na sombra que lançavam todos os dias 21 de junho e 21 de dezembro.

O Templo do Sol era uma área exclusiva, com acesso permitido apenas para a Sapa Inca, a família nobre e os Sacerdotes.

2. O Templo da Lua

Se você já foi a Machu Picchu e não concorda em ter visto esse templo, o motivo é muito simples, o Templo da Lua, não está localizado precisamente na cidade inca, mas em Huayna Picchu.

Se você quiser chegar ao Templo da Lua, terá que subir a Huayna Picchu, caminhando por aproximadamente 1,5 horas – 2 quilômetros – é uma caminhada íngreme.

O princípio do dualismo é muito popular nas sociedades andinas, a idéia de dividir quase tudo em dois ou assumir que cada entidade tem seu lado oposto ou complementar, por exemplo, quase todas as montanhas tinham seus parceiros, as cidades foram divididas em dois ( o Hanan e o Hurin), a Pacha Mama (mãe terra) e a Pacha Tata (a chuva), o Sol e a Lua, acreditava-se que a Lua era a esposa do deus do Sol, era uma divindade a quem o homem andino Ele também construiu templos para cerimônias religiosas.

Se você viajar para a cidade de Cusco, também encontrará o templo da Lua, muito perto de Saqsaywaman.

3. O Templo do Condor

Este recinto tem um desenho único, a cabeça do Condor é esculpida em uma pedra no chão, fica a apenas 2 metros à frente da cabeça e olha para frente, só assim você também pode ver as asas que são moldadas nas duas rochas posteriores .

Lembre-se de que não apenas o conceito de dualidade foi aplicado pelos incas para entender melhor o funcionamento do mundo, mas também a Trilogia Andina, por exemplo, a Hanaq Pacha (o mundo acima), Kay Pacha (este mundo), Ukhú Pacha (o mundo abaixo), cada mundo foi representado por um animal, por exemplo, o mundo acima foi representado pelo Condor, essa é uma das razões para a existência do templo do Condor em Machu Picchu.

No fundo do templo do Condor, há uma caverna que provavelmente serviu como prisão, essas informações não podem ser confirmadas, mas como em todas as sociedades organizadas os incas também tinham suas leis (para não roubar, não mentir, não ser preguiçoso). ), para que ninguém altere a ordem social criada para alcançar o bem-estar pessoal e social, qualquer pessoa que comentar sobre a violação das três leis foi condenada.

4. O templo principal ou “Wayrana”

Este templo está localizado ao norte do conjunto de edifícios, na parte mais alta, na praça principal, este templo é chamado de “Wayrana” (um local onde faz muito vento), isso ocorre porque o templo foi construído com três paredes voltadas para o interior, deixando um dos lados sem parede onde há muito vento.

Na parte interior do templo, há uma pedra esculpida que poderia representar o Chakana ou Cruz del Sur, devido à morfologia da escultura em alto relevo.

O templo era usado para realizar rituais dedicados principalmente ao Deus Viracocha, criador de tudo neste universo.

Nenhum templo ou construção inca foi danificado por terremotos, nem mesmo o próprio Machu Picchu; no entanto, você notará que o templo de Wayrana possui paredes alteradas, devido a falhas geológicas que ocorreram em quase 600 anos de sua existência.

5. O Templo das Três Janelas

Templos de Machu Picchu

É um recinto localizado no coração do setor urbano e faz parte da praça principal ou da praça sagrada de Machu Picchu, sua construção é um maravilhoso trabalho de alvenaria inca através da união de pedras sem argamassa de argila, mas antes a perfeição do polimento das pedras e a montagem das mesmas são utilizadas, dependendo da gravidade.

6. O Intihuatana

O Intuhuatana de Machu Picchu está localizado na praça principal, é uma enorme rocha esculpida com uma altura de 1 metro por 2 metros de diâmetro, com superfícies planas com 4 lados cuidadosamente esculpidos, cada um desses lados representa um ponto cardeal que indica o instante em o que provavelmente produziu os solstícios e os equinócios.

Templos de Machu Picchu

O termo Inti Huatana vem da língua Quechua e traduzido para o espanhol significa “Lugar onde o Sol está amarrado“, ou seja, de acordo com a língua quíchua e com as pesquisas realizadas no século XX, o Intihuatana serviu como Observatório Astronômico e Relógio Solar e todos os padres que tentavam interpretar ou decodificar os eventos nesse local tinham que usar a sombra lançada pela pedra em diferentes momentos do dia e nas estações do ano.


Estamos aquí para atendê-lo — Se você tiver alguma dúvida sobre nossos free tours e excursões em Cusco, não hesite em entrar em contato conosco, também poderá ver nossos comentários no Facebook e no tripadvisor.

Boleto Turístico Cusco: Bilhete Turístico do Cusco

O Bilhete Turístico de Cusco ou BTC é um bilhete-prova que contém as 16 atrações mais destacadas da cidade de Cusco e da região de Cusco, sem este documento você não poderá visitar a maioria das atrações de Cusco.

  • Boleto Turístico Cusco = BTC
  • Completo significa ingresso com preço integral
  • Parcial significa ingresso pela metade do preço

1. Tipos de Boleto Turístico del Cusco:

Tipo de BTC# de atraçõesPreçoValidez
BTC Completo o integral16 Sítios turísticos130 Soles10 dias
BTC Parcial: Circuito 14 sítios arqueológicos70 Soles1 dia
BTC Parcial: Circuito 22 sítios arqueológicos
4 museus
1 centro cultural
1 monumento urbano
70 Soles2 dias
BTC Parcial: Circuito 34 sítios arqueológicos70 Soles2 dias

2. Lista de atrações e o que posso ver de acordo com meu tipo de BTC:

AtraçõesBTC CompletoBTC Parcial: Circuito 1 BTC Parcial: Circuito 2 BTC Parcial: Circuito 3
Sacsayhuamán
Qenqo
Puca Pucara
Tambomachay
Pisac
Ollantaytambo
Chinchero
Pikillaqta
Tipón
Moray
Monumento de Pachacuteq
Centro Qosqo de Arte Nativo
Museo de Arte Contemporáneo
Museo de Arte Popular
Museo Histórico Regional
Museo de Sitio de Qoricancha

3. Qual BTC eu compro de acordo com o passeio que vou fazer?

Passeios pagos CuscoAtraçõesBTC Parcial: Circuito 1BTC Parcial: Circuito 2 BTC Parcial: Circuito 3
City tour CuscoSacsayhuamán
Qenqo
Puca Pucara
Tambomachay
Vale ClásicoPisac
Ollantaytambo
Chinchero
Vale VipPisac
Ollantaytambo
Chinchero
Moray
Vale SurTipón
Pikillaqta
Observação: se você for combinar qualquer um dos passeios acima, deverá comprar o BTC completo.

Se você for fazer os free tours de Cusco, não precisa do BTC a menos que faça o free tour de Sacsayhuamán, veja a tabela abaixo:

Free tours do CuscoAtraçõesBTC Parcial: Circuito 1BTC Parcial: Circuito 2 BTC Parcial: Circuito 3
Free tour clásicoCentro histórico
Free tour SacsayhuamánSacsayhuamán
Free tour Museos Museo Inca
Templo de Qoricancha

4. Descontos:

  • Estudantes:
    • BTC total: 70 Soles | Não há BTC parcial para estudantes.
    • Requisitos:
      • Menores de 25 anos (não pode ter 25 anos)
      • Traga seu documento de identidade original e/ou passaporte
      • Se você não é peruano, deve ter seu cartão ISIC
      • Se você é peruano, deve trazer seu cartão de estudante emitido pela SUNEDU
      • Se for menor de 18 anos não necessita de qualquer tipo de cartão de estudante, mas traga o seu Documento de Identificação
      • Crianças até 10 anos: A entrada é gratuita, basta trazer o Documento de Identidade; no entanto, às vezes não se aplica porque as autoridades mudam as regras de tempos em tempos
      • * Leve sempre o seu Documento de Identidade original, Passaporte ou Cartão, não são aceites fotocópias ou fotos digitais
  • Peruanos:
    • BTC total: 70 Soles | BTC parcial: 40 soles
    • * Você deve trazer seu documento de identidade original, caso contrário, pagará como turista estrangeiro

5. Onde compro?

  • Avenida el Sol N° 185 — horarios:
    • Segunda a Sexta: 8h às 17h30
    • Sábados: 8h30 às 12h30.
    • Domingos: Fechado
  • Lleva dinero en efectivo en Soles. No se aceptan otras monedas ni tarjetas
  • Você não poderá comprar o BTC Online
  • Não é obrigatório comprar com antecedência, sugerimos que compre no mesmo dia do seu passeio, no atrativo, só pegue em dinheiro no Soles.

6. Não faz parte do BTC:

7. Faq’s

  • Posso transferir meu ingresso para outro visitante? Não.
  • Há descontos para cidadãos da Comunidade Andina? Não.
  • Posso usar o BTC duas vezes? Não.
  • Posso comprar o BTC para uma atração Solo? Não, você compra o BTC completo ou o BTC parcial.
  • Posso ter descontos se comprar vários BTC’s? Não.

8. Foto do BTC

9. Imagens das 16 atrações

Free Walking Tours Peru

Reserve agora nossos free tours conduzidos por guias profissionais, autorizados e especializados em Free tour Cusco, Free tour Lima e Free tour Arequipa, a reserva é gratuita.